Saúde

Hedera Catarinense – Catarinense Pharma

23 de maio de 2019 . por Catarinense Pharma

Catarinense Pharma lança agora novo xarope sem açúcar à base de Hedera.

O Catarinense Pharma é o fabricante de Melagrião, xarope fitoterápico mais vendido do Brasil, e agora lança no mercado o Hedera Catarinense, um xarope sem açúcar e sem tarja e um dos primeiros a não possui tarja vermelha, ou seja, de venda livre.

Um esquadrão completo contra a tosse!

A tosse constitui um sintoma de uma grande variedade de patologias, pulmonares e extrapulmonares, e por isto mesmo é muito comum, sendo, com certeza, uma das maiores causas de procura por atendimento médico. A tosse é induzida por várias alterações inflamatórias ou mecânicas das vias aéreas, assim como pela inalação de irritantes químicos ou mecânicos.

A tosse é um importante mecanismo de defesa do sistema respiratório. Ela é responsável pela remoção de secreções excessivas, material estranho e organismos infecciosos das vias aéreas. Paradoxalmente, ela também tem um papel importante na propagação da infecção. Além das complicações físicas, a tosse é um sintoma desagradável e aflitivo, o qual, se prolongado, se associa a ansiedade, depressão e prejuízo significativo da qualidade de vida.

Para tratar este sintoma incômodo que atinge indivíduos de todas as idades o Catarinense Pharma lança seu 3º xarope contra a tosse. Fabricante do já consagrado Melagrião, líder de vendas entre os xaropes fitoterápicos, e também do Xarope de Guaco G500 Balsâmico chegou o momento de entrar em um novo mercado, o da planta Hedera helix.

A planta Hedera helix, também chamada de Hera Inglesa, é uma trepadeira sarmentosa, pertence à família das Araliaceaes, nativa das Ilhas Canárias, dos Açores, da Argélia e de Portugal, perene, semi-lenhosa, e que pode atingir até 20 metros de altura em superfícies adequadas.

A Hedera helix é hoje é a planta medicinal mais vendida nas farmácias do Brasil, sempre presente em fórmulas indicadas para o tratamento da tosse. Em 2018 foram vendidos mais de 7,5 milhões de unidades de produtos farmacêuticos cujo principal componente é a planta Hedera helix, números estes que geraram um mercado que movimenta mais de R$ 115 milhões.

 

Eficácia comprovada por diversos estudos

Em um estudo publicado por Fazio et al. (2009), foi avaliado a tolerância, segurança e eficácia do extrato de Hedera helix em 9657 pacientes, sendo 53,7% crianças (0 a 14 anos) e 46,3% adultos (15 a 98 anos). Os pacientes apresentavam tosse, expectoração, dispneia e dor peitoral e foram tratados com xarope das folhas de Hedera helix na concentração de 700mg de extrato seco (ratio: 5 – 7,5:1, com solvente extrator: etanol 30%)/100mL, durante 7 dias. Foi observada melhoria e ausência dos sintomas após o tratamento em 95,1% dos pacientes. 96,6% dos casos apresentaram tolerância boa ou muito boa em relação ao uso do medicamento. Foram observados efeitos adversos em apenas 2,1% dos casos, sendo a maioria desordens gastrointestinais suaves e de natureza transitória.

Bolbot et al. (2004) realizaram estudo com 50 crianças entre 2-10 anos com diagnóstico de bronquite aguda. Neste estudo, as mesmas foram tratadas com um xarope contendo extrato de Hedera helix 5-7,5:1 (etanol 30%) durante um período de 7-10 dias. A taxa de eficácia neste estudo foi de 96% no combate a tosse, escarro, respiração curta e dor respiratória. Este estudo também sugeriu efeito espasmolítico do extrato.

 

Caraterísticas do Produto

Hedera Catarinense é indicado como expectorante e mucofluidificante nos casos de tosse produtiva e tosse com catarro. Hedera Catarinense possui efeito mucolítico e expectorante (diminui a viscosidade das secreções e aumenta a atividade de varredura promovida pelos cílios do epitélio brônquico, facilitando a expectoração.

Desenvolvido com um sabor de banana o produto é indicado para o consumo por adultos e crianças acima de 2 anos de idade. Seu frasco contém 150 ml do produto o qual deve ser consumido com o auxílio do copo dosador presente na embalagem.

Atualmente grande parte dos produtos do mercado de Hedera são tarjados e ficam atrás do balcão das farmácias, na área de acesso restrito ao farmacêutico e demais funcionários.  O Hedera Catarinense é um dos primeiros produtos à base de Hedera helix, cuja comercialização foi aprovada sem a presença de tarja vermelha, ou seja, o produto é classificado como de venda livre e pode ficar exposto nas gôndolas de autoatendimento.

 

Hedera Catarinense® M.S. 1.0066.3395.002-1 DCB: Hedera helix L. Contraindicações: Hedera Catarinense® não deve ser utilizado por pacientes com histórico de hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes da fórmula. Este medicamento é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade (alergia) a plantas da família Araliaceae. Hedera Catarinense contém em sua fórmula sorbitol, o qual é transformado em frutose no organismo. Portanto, o produto não deve ser utilizado por pacientes que possuam intolerância à frutose. Mulheres grávidas ou amamentando não devem utilizar este produto, já que não há estudos que possam garantir a segurança nessas situações. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 2 anos de idade.

Referências: (1) European Union herbal monograph on Hedera helix L., folium, 2015. (2) FAZIO, et al. Tolerance, safety and efficacy of Hedera helix extract i inflamatory bronchial disease under clinical practice conditions: A prospective, open multicentre postmarketing study in 9657 patients. Phytomedicine, n. 16, v. 1, 2009. (3) BOLBOT, et al. Comparing the efficacy and safety of high-concentrate (5-7,5:1) ivy leaves extract andacetiylcysteine for treatment of children with acute bronchittis. Diagnosis and Therapy, 2004.

Escrito por

Catarinense Pharma

Nosso Instagram