Para registrar um medicamento junto à ANVISA, é necessário que haja a comprovação de sua qualidade, segurança e eficácia. Quando os medicamentos são colocados à disposição de um grande número de pessoas, em condições diversas, pode ser que ocorram reações conhecidas, como as descritas na bula, ou não.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), atribui à Farmacovigilância compreender as atividades relativas à detecção, avaliação e prevenção de efeitos/eventos adversos ou outros problemas relacionados aos medicamentos.

O Catarinense Pharma recebe e analisa todas as informações relatadas pelos consumidores sobre os seus medicamentos (conhecidas como notificação espontânea). Os dados coletados são muito importantes e contribuem para estabelecer o perfil benefício-risco de um produto, assim como complementar ou alterar suas informações de segurança disponíveis na bula.

Os relatos de eventos adversos são confidenciais, reportados somente às autoridades sanitárias de acordo com os procedimentos previstos em legislação.

Todos os campos são obrigatórios.